Fim do Fundo PIS-Pasep não acaba com o abono salarial do PIS-Pasep; entenda

Fim Do Fundo Pis Pasep Nao Acaba Com O Abono Salarial Do Pis Pasep Contabilidade - ADL4 - APOIO DIRETO E LEGALIZADOR DE EMPRESAS
Uma medida provisória publicada nesta terça-feira (7) extinguiu o Fundo PIS-Pasep, mas isso não interfere no abono salarial do PIS-Pasep, que é pago todos os anos para quem trabalhou com carteira assinada e recebeu, em média, até dois salários mínimos por mês.

Compartilhe nas redes!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Uma medida provisória publicada nesta terça-feira (7) extinguiu o Fundo PIS-Pasep, mas isso não interfere no abono salarial do PIS-Pasep, que é pago todos os anos para quem trabalhou com carteira assinada e recebeu, em média, até dois salários mínimos por mês.

O Fundo PIS-Pasep e o abono do PIS-Pasep são coisas diferentes. Entenda mais abaixo.

O que é o Fundo PIS-Pasep

PIS é a sigla para Programa de Integração Social. Pasep é a sigla para Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público. São programas pelos quais as empresas e órgãos públicos depositam contribuições em um fundo ligado aos seus empregados.

Entre 1971 e 1988, os depósitos das empresas e órgãos públicos eram feitos em nome de cada um dos trabalhadores, em contas individuais do Fundo PIS-Pasep. Cada trabalhador, então, era dono de uma parte (cota) no fundo. Quem trabalhou como contratado em uma empresa ou como servidor público antes de 4 de outubro de 1988 tem uma conta no fundo PIS-Pasep.

Quem tem dinheiro no Fundo PIS-Pasep vai perder?

Não. O valor continuará identificado separadamente e permanecerá livre para saque até 1º de junho de 2025. Depois dessa data, será considerado abandonado e aí, então, passa para a União.

O governo fez sucessivas campanhas para que os trabalhadores que ainda tinham dinheiro nas contas individuais do PIS-Pasep retirassem esses valores. No entanto, estima-se que R$ 21 bilhões ainda não foram resgatados.

Quem ainda não fez o saque deve procurar uma agência da Caixa Econômica Federal com um documento oficial com foto. Até 31 de maio, o dinheiro das contas PIS-Pasep de funcionários públicos continua com o Banco do Brasil.

Abono deste ano começa em julho

O governo divulgou no começo de abril o calendário de pagamento do abono para quem trabalhou com carteira assinada em 2019. Confira:

Calendário para empregado

Calendario1 - Abrir Empresa Simples

Fonte: UOL

Calendário para empregado em empresa privada

Calendario Empresa Privada - Abrir Empresa Simples

Fonte: UOL

Calendário para funcionário público

Calendario Para Funcionario Publico - Abrir Empresa Simples

Fonte: UOL

Quem tem direito ao abono salarial por ter trabalhado em 2018 e ainda não sacou precisa ficar atento: o governo antecipou a data limite para 29 de maio.

Quem tem direito a sacar o abono?

  • Quem trabalhou com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2019
  • Ganhou, no máximo, dois salários mínimos por mês, em média
  • Está inscrito no PIS-Pasep há pelo menos cinco anos
  • É preciso que a empresa onde trabalhava tenha informado os dados corretamente ao governo

Como saber se tenho direito?

Para saber se tem direito ao abono salarial, é possível fazer a consulta das seguintes maneiras:

PIS (trabalhador de empresa privada):

Pasep (servidor público):

  • Pelos telefones da central de atendimento do Banco do Brasil: 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas); 0800 729 0001 (demais cidades) e 0800 729 0088 (deficientes auditivos)

Quanto é pago?

O valor pago é de até um salário mínimo (R$ 1.045, em 2020) e varia de acordo com o tempo que a pessoa trabalhou. Se ela trabalhou o ano todo, recebe um salário mínimo. Se trabalhou um mês, ganha proporcionalmente: 1/12 do salário mínimo.

Segundo o Ministério da Economia, os valores são arredondados para cima. Quem trabalhou por um mês, por exemplo, teria direito a R$ 87,08 de abono. Com o arredondamento, o trabalhador recebe R$ 88.

Onde é feito o saque?

  • Funcionários de empresa privada, com Cartão Cidadão e senha cadastrada: o saque pode ser feito em caixas eletrônicos da Caixa ou em lotéricas
  • Não tem o Cartão Cidadão? O saque é feito em uma agência da Caixa, com documento de identificação
  • É correntista individual da Caixa? O abono é depositado diretamente na conta, caso haja saldo acima de R$ 1 e movimentação
  • É servidor público? O saque é feito nas agências do Banco do Brasil, com documento de identificação. Servidores correntistas do banco recebem o dinheiro diretamente na conta. Mais informações sobre o Pasep podem ser obtidas pelo telefone do BB: 0800 729 0001

Fonte: UOL

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn
Veja também

Posts Relacionados

Multa Do Fgts Fique Atento As Ultimas Mudancas Contabilidade - ADL4 - APOIO DIRETO E LEGALIZADOR DE EMPRESAS

Multa do FGTS: Fique atento as últimas mudanças

Recentemente houve mudanças sobre a multa do FGTS que é devida pelas empresas em caso de dispensa do trabalhador sem justa causa. Essa medida, contudo, não prejudicou os empregados, impactando, por outro lado, os públicos.

Ir2020:como Declarar Pgbl No Imposto De Renda Contabilidade - ADL4 - APOIO DIRETO E LEGALIZADOR DE EMPRESAS

IR2020: Como declarar PGBL no Imposto de Renda?

Ter um plano de previdência privada é investir no futuro e garantir que, quando ele chegar, você estará preparado para enfrentá-lo – mesmo que seja apenas no âmbito financeiro. No entanto, enquanto esse momento não chega, é preciso informar o investimento na declaração do Imposto de Renda.

Imposto De Renda Como Solicitar Isencao Do Ir 2020 Contabilidade - ADL4 - APOIO DIRETO E LEGALIZADOR DE EMPRESAS

Imposto de Renda: Como solicitar isenção do IR 2020?

Para cada contribuinte, existe um porque de não declarar IRPF, pode ser por não atingir o limite de rendimento tributável ou ter uma doença grave que pode ou não o isentar automaticamente. Neste último caso, é necessário entrar com o pedido de isenção do imposto de renda.

Negocios Plano De Recuperacao Judicial Contabilidade - ADL4 - APOIO DIRETO E LEGALIZADOR DE EMPRESAS

Negócios: Plano de Recuperação Judicial

A recuperação judicial tem por objetivo viabilizar a superação da situação de crise econômico-financeira do devedor, a fim de permitir a manutenção do funcionamento da empresa, através dos empregos e do adimplemento das dívidas, promovendo-se a sua preservação, sua função social e o estímulo à atividade econômica.

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Você Sabe Porque O Fluxo De Caixa É Necessário Para…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top

OBTENÇÃO DE MATRÍCULA DE ARMAZÉM GERAL na Junta Comercial de qualquer Estado

Fazemos o processo para obtenção da Matrícula de Armazém Geral, incluso todos os procedimentos, tais como Laudo Técnico de Vistoria e Publicações necessárias em todo o Território Nacional.

Regularização de obras de construção civil

Acompanhamento, análise e correção de documentos fiscais durante a obra e demais procedimentos necessários junto às Prefeituras (para a Quitação do ISS) e na Receita Federal para a obtenção do INSS e Registro de Imóveis. (incluso orientação quanto aos documentos fiscais da obra) EVITANDO PAGAMENTO À MAIOR DE IMPOSTOS NA OBRA.

Consultoria e assessoria Tributária

Visando a regularização e a saúde tributaria das empresas, atuamos de forma pró-ativa no preventivo, a fim de evitar demandas desnecessárias, como também no contencioso, nas vias administrativa e judicial. Concretizamos a normalização do setor implementando melhor opção de tributação e diminuição de carga tributaria. Nosso departamento jurídico atua de forma efetiva em ações iniciais como em defesa, especialmente no que tange a execuções fiscais, dando suporte jurídico necessário a seus clientes em tempo integral.

Área Jurídica

  • Empresarial;
  • Tributário;
  • Imobiliário;
  • Previdenciário (Aposentadoria/Revisão);
  • Família;
  • Trabalhista.
Fazemos essa ponte entre o empreendedor e órgãos regulamentadores, coletando toda a documentação necessária, participando da pesquisa para as aprovações e implantando as melhores idéias para a efetivação do processo. Prestamos consultoria desde a concepção da empresa, antes mesmo de seu registro, fazendo todo o planejamento para que o cliente tenha o melhor parceiro para a execução dos seus projetos.

ADL4 nasceu da vontade de auxiliar empreendedores em seus primeiros passos na formalização de seus empreendimentos. Além de buscar ações e ferramentas que agilizem o processo de legalização de novos negócios, também são oferecidas consultorias tributárias com intuito de orientar quanto à economia da carga tributária.

O empreendedor recebe orientação e treinamento dos primeiros passos como empresário, visando garantir que os próximos sejam firme e mais seguros. O cliente conta ainda Departamentos Jurídico nas seguintes especialização: área Tributária, Empresarial, Trabalhista, Previdenciário e Cível.
Open chat